Segurelha
Satureja hortensis

Ajedrea
Summer Savory
Sarriette

Histórico

O uso da segurelha remonta há mais de dois mil anos. Já era usada como tempero por gregos e romanos. Conhecida por seus poderes afrodisíacos, também era usada como anti-séptico no combate às pragas. De origem mediterrânea, foi levada pelos romanos para o Norte da Europa, de onde espalhou-se pelo mundo. É tema de vários poemas, de Virgílio a Shakespeare.

Uso culinário

Além de ser bom digestivo, é muito usada para acompanhar o feijão, dando sabor a legumes, carnes, peixes, fígado e sopas. É parte essencial dos famosos Fines Herbes e Herbes de Provence (temperos franceses com várias ervas).

Uso terapêutico

Com poderes para estimular os sentidos, a segurelha é recomendada, especialmente, para ativar o apetite e nos casos de cólicas e indigestão. É um anti-séptico conhecido para o tratamento de picadas de insetos.

Observação importante:
Qualquer uso terapêutico deve sempre ser acompanhado por um médico.

Replantio

Para que sua planta continue a crescer e tenha maior longevidade é recomendado o replantio.
Em um vaso maior, em uma jardineira ou em um canteiro de jardim sua planta encontrará uma área de solo mais ampla, favorecendo a continuidade do desenvolvimento de sua raiz.
Respeite as características descritas no quadro abaixo. Elas indicam as condições ideais para o sucesso do replantio.
Luminosidade Água Granulação do solo argiloso      médio      arenoso
Fertilidade do solo Espaçamento
25 cm
Crescimento
35 cm
Ciclo
Anual
Vigor
Médio

Dicas do agrônomo

A segurelha é anual (tem ciclo de vida de uma estação) e gosta de luminosidade.

Receitas com Segurelha

Couve-flor refogada
Fines Herbes
Batatas Assadas com Segurelha